blog

“Aqui cada cliente é único e exclusivo.”


Como funciona a Fibra Óptica

Dando continuidade na série explicativa sobre Fibra Óptica, essa semana você vai aprender como esta tecnologia funciona. A fibra óptica não envia dados da mesma maneira que os cabos convencionais. Para garantir mais velocidade, todo o sinal é transformado em luz, com o auxílio de conversores integrados aos transmissores. Há dois modos de converter os dados: por laser e por LED, respectivamente: fibras monomodo e multimodo.

Sem essa conversão, os dados enviados e recebidos não poderiam desfrutar das mesmas larguras de banda. Nesse momento, surge a necessidade dos cabos de fibra óptica, pois são eles que permitem a velocidade e a qualidade superiores às oferecidas pelos tradicionais cabos de cobre.

As fibras monomodo e multimodo representam os dois principais modelos de fibras ópticas existentes atualmente. Eles são diferenciados em vários aspectos, desde o custo de produção até as melhores possibilidades de aplicação.

Monomodo – Como o nome já diz, as fibras monomodo só podem atender a um sinal por vez. Ou seja, uma única fonte de luz, na maior parte das vezes laser, envia as informações por enormes distâncias. As fibras monomodo apresentam menos dispersão, por isso pode haver distâncias muito grandes entre retransmissores.

Teoricamente, até 80 quilômetros podem separar dois transmissores, mas na prática eles são um pouco mais próximos. Outra vantagem das fibras desse tipo é a largura da banda oferecida, que garante velocidades maiores na troca de informações.

Multimodo – Fibras multimodo garantem a emissão de vários sinais ao mesmo tempo, geralmente utilizam LEDs para a emissão. Esse tipo de fibra é mais recomendado para transmissões de curtas distâncias, pois garante apenas 300 metros de transmissões sem perdas. Elas são mais recomendadas para redes domésticas porque são muito mais baratas.

A fibra óptica permite que criemos novas ferramentas e soluções em áreas como medicina, serviços governamentais, big data, telecomunicações, videoconferência e computação em nuvem. Devido a sua maior capacidade de transferência de dados, a fibra tem ajudado companhias a inovarem por meio de serviços mais complexos e que lidam com mais informações simultaneamente.

Voltar